A CADEIRA SALVA A VIDA

O número de crianças – com idade inferior a 15 anos – vítimas de acidentes rodoviários desceu de 2.155, em 1999, para 980 em 2008, uma diminuição de 55% (Observatório Europeu da Segurança Rodoviária).

Tendência da mortalidade infantil na Europa entre 1999 e 2008

Número de óbitos de crianças

Percentagem de óbitos de crianças

Source : CARE Database / EC
Date of query: October 2010


É um dado seguramente importante mas não é um resultado óptimo, se considerarmos que, frequentemente, ainda vemos crianças que viajam de automóvel sem cadeira ou com a cadeira instalada de modo incorrecto, correndo o risco de sofrer lesões graves, mesmo em caso de acidente ligeiro ou travagem brusca.

Se a criança viajar de automóvel sem cadeira, corre o risco de ser catapultada do banco e de embater violentamente contra o tablier, o pára-brisas ou os bancos da frente. Neste caso, o risco de lesões fatais ou, pelo menos, muito graves, é sete vezes maior que o de uma criança transportada correctamente. Os motivos que tornam indispensável a utilização da cadeira auto podem ser facilmente compreendidos com um simples exemplo. Uma criança de 15 kg que viaje num automóvel envolvido num acidente com impacto frontal, a 50 km/h, exerce uma força equivalente 416 kg.

Por outro lado, muitas vezes as cadeiras auto são utilizadas de forma errada e a falta de informação sobre o produto e a sua montagem ou a inadequação da cadeira podem ter um papel muito importante.

perche' il seggiolino
  • Os erros mais frequentes são:
  • Cintos torcidos ou desapertados
  • Cintos em contacto com o pescoço
  • Cinto diagonal por baixo do braço
  • Cadeira demasiado grande ou demasiado pequena
  • Cadeira instalada de forma muito solta

Artsana S.p.a. — Copyright 2012 — partita iva 123172744583945 — info@artsana.it